Como será morrer.

on sábado, 8 de dezembro de 2012

Weslei Odair Orlandi



Ouvi de um ancião, dias antes de sua morte, as seguintes palavras: "Não tenho medo da morte; tenho medo de morrer".
Essas palavras ditas por alguém que estava frente a frente com  o fim soaram fortes aos meus ouvidos. Ele já se foi. Eu e você iremos um dia.
Antes disso, hoje, inspiro-me em Fernando Pessoa e peço-lhe licença para no curso de seu brilhantismo tentar suavizar em palavras o que penso sobre a amedrontadora certeza de que a morte chegará. Seu texto original é um pouco diferente e segue outros caminhos. A essência é dele. As ideias também. A ousadia de tentar imitá-lo é minha.
Licença concedida, eis o que penso sobre como será morrer:

"Para mim morrer será adormecer na varanda. Cansado, entregue e vulnerável, meu Pai virá, pegar-me-á em seu colo e me levará para dentro de sua casa. Despir-me-á das roupas surradas e humanas, deitar-me-á em sua cama macia. Cantarolando baixinho não deixará meu sono fugir. Acariciando meu rosto me contemplará ali, inerte, até que nasça o Novo Dia para eu brincar, dia que só ele saberá qual é".

Quatro conselhos aos amantes (ou não) da Teologia.

on quinta-feira, 6 de dezembro de 2012


Weslei Odair Orlandi







Dizem que se conselho fosse bom não era dado. Mesmo assim, aí vão meus conselhos gratuitos aos amantes (como eu) da teologia.

1. Nenhuma teologia – conservadora ou liberal; católica ou protestante – está acima da inspiração bíblica. Nenhuma leitura ou conhecimento teológico pode exercer preeminência sobre a leitura e conhecimento das Escrituras.
2. Nenhum tratado teológico é exaustivo, definitivo ou irretocável. Para cada insight teológico surgem inúmeros viés nebulosos. Assim, cuidado com aqueles que reclamam para si a detenção da vanguarda interpretativa.
3. Leiam tudo que puder com a mente sempre alerta, aberta e repleta de temor ao Senhor.
4. A teologia não é inimiga do Espírito. A letra que mata não é a do conhecimento, mas a da ignorância e pequenez espiritual. Não tenham medo de "teologar". Temam antes o véu sobre o rosto e o despreparo diante de heresias sutis, populistas e antiéticas.

           No mais, comprem tudo que puder, leiam tudo que desejar. Examinem tudo, retenham o que é bom.