C.S. Lewis

on domingo, 28 de dezembro de 2008


CLIVE STAPLES LEWIS (1898-1963) foi um dos gigantes intelectuais do século XX e indubitavelmente o mais influente escritor cristão de seus dias. Foi professor da Universidade de Oxford e da Universidade de Cambridge. Suas valiosas contribuições nos campos da crítica literária, literatura infantil, literatura de ficção e teologia trouxeram-lhe notoriedade e prestígio.

C.S. Lewis começou sua vida intelectual como solitário adolescente, preso na penumbra de um internato inglês. Diante do peso dos conflitos que levariam à I Guerra Mundial, evaporou-se repentinamente sua fé.

Começou, então, a longa trajetória do escritor - um caminho tortuoso cheio de armadilhas e labirintos. Lewis quis redescobrir a alegria que experimentara quando criança. Almejava o momento mágico de epifania que daria sentido à vida. Até que finalmente pudesse voltar ao pleno cristianismo, sua jornada pelo ateísmo foi árdua. O resultado é um mapa de travessia pelo caminho minado da filosofia secular.

Seus livros já venderam mais de cem milhões de exemplares em todo o mundo. Dentre outros escritos seus destacam-se "As crônicas de Nárnia, Os quatro amores, Carta de um diabo a seu aprendiz, Cristianismo puro e simples, Anatomia de uma dor, O problema do sofrimento, Cartas a uma senhora americana, O grande abismo, A abolição do homem, Peso de glória, Milagres, Peso de Glória e Surpreendido pela alegria".
Nascido em Belfast, Irlanda, no dia 29 de novembro de 1898, C.S. Lewis faleceu em 22 de novembro de 1963 no mesmo dia em que o presidente John Kennedy foi assassinado.


Já LI vários livros seus e RECOMENDO cada um deles. São simplesmente fantásticos!


Declarações sobre C.S. Lewis:


"If wit and wisdom, style and scholarship are requisites to passage through the pearly gates, Mr. Lewis will be among the angels." (Se inteligência e sabedoria, estilo e erudição são requisitos para passar pelos portões de pérola, o Sr. Lewis estará entre os anjos.)
The New Yorker


"The point about reading C.S. Lewis is that he makes you sure, whatever you believe, that religion accepted or rejected means something extremely serious, demanding the entire energy of mind." (A questão principal sobre ler C.S. Lewis é que ele o convence, qualquer que seja sua crença, de que a religião aceitada ou rejeitada significa algo extremamente sério, requerendo toda a energia da mente."

Harper´s


"C.S. Lewis is the ideal persuader for the half-convinced, for the good man who would like to be a Christian but finds his intellect getting in the way". (C.S. Lewis é o convencedor idela para o mais ou menos convencido, para o bom homem que gostaria de ser um cristão mas que encontra seu intelecto preso no caminho.)

The New York Times Book Review


"C.S. Lewis perhaps more than any other twentieth-century writer, forced those who listened to him and read his works to come to terms with their own philosophical presuppositions." (C.S. Lewis talvez mais do que qualquer outro escritor cristão do século vinte, forçou aqueles que o ouviram e leram suas obras a entrarem em acordo com seus próprios pressupostos filosóficos.)

Los Angeles Times