Entropia

on quarta-feira, 14 de janeiro de 2009


O drama se agrava em face da realidade da entropia*, do desgaste das energias, do envelhecimento natural e da inevitabilidade da morte. O dia ensolarado caminha lentamente para a noite escura. O ridente vedrdor da primavera desliza preguiçosamente para o vermelho alegre do verão. Para o amarelo sereno do outono. E para o cinzento desbotado do inverno. Todos os seres vivos nascem, crescem, maduram, envelhecem e morrem. Nenhuma força poderá deter esse curso irrefragável das coisas.




* Entropia - desgaste natural e irreversível de energia de um sistema ou de todo o universo tendendo a zero = morte térmica (o calor todo se perde).




(Leonardo Boff em "A águia e a galinha", pág. 86 - 46a. edição - Ed. Vozes)