O homem, o vazio e a gaiola.

on terça-feira, 27 de janeiro de 2009


Somos assim. Sonhamos o voo, mas tememos as alturas.

Para voar é preciso amar o vazio. Porque o voo só acontece se houver o vazio. O vazio é o espaço da liberdade, a ausência de certezas. Os homens querem voar, mas temem o vazio. Não podem viver sem certezas. Por isso trocam o voo por gaiolas. As gaiolas são o lugar onde as certezas morrem. É um engano pensar que os homens seriam livres se pudessem, que eles não são livres porque um estranho os engaiolou, que se as portas da gaiola estivessem abertas eles voariam. A verdade é o oposto. Os homens preferem as gaiolas ao voo. São eles mesmos que constroem as gaiolas onde passarão suas vidas.


(Rubem Alves em "Religião e repressão", pág. 9 - Ed. Loyola)