Três dias para não esquecer.

on terça-feira, 22 de setembro de 2009

Weslei Odair Orlandi


Sexta-feira: a vida não é justa. Esse é o momento da cruz, da entrega, da tragédia, da dor e do sofrimento. CRUZ, MALDITA CRUZ, ENTARDECER.

Sábado: a vida em silêncio, expectativa, frustração. É o som sepulcral, das pedras que se interpõem. É o reinado sombrio da incerteza. SEPULTURA, DESILUSÃO.

Domingo: a vida reconduzida por Deus ao seu devido lugar. RESSURREIÇÃO, TRIUNFO.


Não é bom nos olvidarmos dessa roda viva. Todos nós, mais cedo ou mais tarde, vamos viver nossa sexta-feira particular, nosso sábado de solidão e (Aleluia!!!!) nosso domingo de triunfo.

A crucificação, sepultura e ressurreição de Jesus revelou que tipo de mundo e de vida nós temos.