Arrependo-me porque fui perdoado.

on domingo, 3 de janeiro de 2010


O pecador salvo está prostrado em adoração, perdido em assombro e louvor. Ele sabe que o arrependimento não é o que fazemos para obter o perdão; é o que fazemos porque fomos perdoados. Ele serve como expressão de gratidão em vez de esforço para obtenção do perdão. Portanto, a sequência: perdão primeiro e arrependimento depois (e não arrependimento primeiro, perdão depois) é crucial para a compreensão do evangelho da graça.


(Brennan Manning em "O evangelho maltrapilho", pág. 75 - Ed. Mundo cristão)